No próximo dia 18 de setembro, a SBCat completa 20 anos da sua fundação. Todos estão convidados a visitar o estande da SBCat para confraternizar e comer uma fatia do bolo que será oferecido em homenagem a todos os Sócios Fundadores.

A trajetória da criação da SBCat iniciou-se bem antes, em 1981, quando da realização do 1o Seminário de Catálise no Rio de Janeiro.

Desde então, os Seminários de Catálise têm sido realizados a cada dois anos, fato que foi fundamental não só para a difusão da catálise nas diferentes regiões do país, mas também a consolidação da comunidade e formação de novos grupos de pesquisa. Em 1987 o nome dos encontros foi alterado para Seminário Brasileiro de Catálise, refletindo o crescimento da área e a sua capilaridade pelas mais diferentes regiões do país.

No 8o Seminário Brasileiro de Catálise realizado em Nova Friburgo, foi constatado que a comunidade já apresentava número suficiente de participantes para que os Seminários pudessem ser considerados como Congressos. Nessa ocasião, o Professor Dilson Cardoso propôs por um abaixo assinado que o nome do evento fosse alterado de Seminário Brasileiro de Catálise para Congresso Brasileiro de Catálise.

Assim, em 1997 foi realizado em Água de Lindóia o primeiro dos congressos de catálise, o 9o Congresso Brasileiro de Catálise em Águas de Lindóia, ocasião em que foi criada a SBCat, cujos objetivos são, além da realização do congresso a cada dois anos, promover a difusão da catálise no Brasil. Uma diretoria provisória formada por Martin Schmal, Dilson Cardoso, Roberto Fernando de Souza e Fernando Leite foi instituída para consolidar a criação da SBCat, redigir um estatuto e um regimento que viriam a ser aprovados durante a realização da 1a Assembleia Geral que ocorreu durante o 10o Congresso Brasileiro de Catálise em Salvador.

O objetivo do Concurso "Tese de Doutorado em Catálise" é identificar e premiar as Teses que trouxeram maior contribuição para o desenvolvimento da catálise no Brasil, com o intuito de incentivar o recém-Doutor, atuante nessa área do conhecimento.
O Concurso "Tese de Doutorado em Catálise" será realizado a cada dois anos, patrocinado pela Sociedade Brasileira de Catálise (SBCat) e apoiado financeiramente pela EVONIK DEGUSSA BRASIL LTDA.
O resultado deste oitavo Concurso será anunciado publicamente durante o "19o Congresso Brasileiro de Catálise", a ser realizado em 2017 sendo, portanto, denominado "Tese de Doutorado em Catálise 2017".

 

Para mais informações, confira o regulamento AQUI.

O Instituto de Química da USP abrigará a terceira edição da Reunião sobre Argilas Aplicadas (III RAA) nos dias 7 e 8 de julho de 2017. O encontro trata de argilominerais, hidróxidos duplos lamelares e materiais análogos, quimicamente modificados ou sintéticos, com foco em suas propriedades e aplicações. A RAA contará com palestras ministradas por pesquisadores convidados atuantes na área e receberá contribuições para apresentação de trabalhos na forma de painéis.

Há informações sobre os palestrantes que já confirmaram participação, bem como orientações sobre a submissão de resumos para apresentação na forma de painéis.

No decorrer da próxima semana, faremos a inclusão de informações sobre hospedagem e transporte em São Paulo. Para os estudantes, existe a possibilidade de se hospedarem na Cidade Universitária (ver "Informações Úteis").

Para mais informações, veja o site do evento AQUI

O comitê organizador orgulhosamente convida representantes do setor industrial e da academia para participar do VII Encontro da Escola Brasileira de Química Verde, que ocorrerá nos dias 9 e 10 de outubro de 2017, na sede do Instituto Nacional de Tecnologia, Rio de Janeiro.

Este evento tem como característica principal a promoção do contato e da troca de informações entre representantes de empresas atuantes no âmbito da Química Verde e pesquisadores desta área. Esta versão esta focada na apresentação de novos processos químicos/bioquímicos para a Indústria de Renováveis. O Workshop contará com conferencias plenárias proferidas por pesquisadores de renome internacional, além de sessões técnicas e de pôsteres. Neste evento a melhor tese no âmbito da Química Verde será premiada (Prêmio Professor Arikerne Sucupira). Estamos muito felizes em recebê-los no Rio de Janeiro e compartilhar com vocês os últimos avanços científicos e tecnológicos da Química Verde.

Para mais informações, clique aqui

Data: 22 de abril de 2017
Horário: 14:00h
Local: Largo da Batata – Pinheiros – São Paulo, SP
Para mais informações acesse o site: www.marchapelacienciasp.com

No próximo dia 22 de abril, sábado, temos um compromisso com a agenda da ciência, que irá acontecer simultaneamente em todo o planeta. A Marcha pela Ciência está sendo convocada em mais de 400 cidades em todos os continentes, sobretudo nos Estados Unidos, onde começou a iniciativa, e Europa.

Trata-se de um evento mundial que pretende chamar a atenção de estudantes, professores, cientistas e pesquisadores, governantes e tomadores de decisão, e de toda a sociedade, sobre a necessidade de apoiar e preservar as instituições e a comunidade científica de todo o planeta. Esse apoio torna-se fundamental em um momento em que a atividade científica para o bem de todos sofre várias ameaças, como mudanças em políticas públicas, redução e desvio de verbas e financiamentos públicos, partidarização política da ciência e, o que mais assusta, a tomada de decisões políticas que não levam em consideração as evidências científicas. Isso ocorre nos Estados Unidos, de maneira gritante em relação ao que vêm demonstrando pesquisas relacionadas às mudanças climáticas, mas também em todo o planeta.

Os organizadores da Marcha pela Ciência entendem, como nós da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que a ciência está em todo lugar e afeta a vida de todos. Portanto, a aplicação da ciência para a sociedade não pode estar à margem das grandes tomadas de decisão no campo político. E o melhor caminho para garantir que a ciência possa influenciar diretamente nas políticas públicas é encorajar as pessoas a apreciar e se envolver com a ciência. Entendemos que o fortalecimento da ciência passa também pelo fortalecimento da democracia em todos os países.

No Brasil, a Marcha pela Ciência acontecerá em São Paulo e em Natal (RN), de acordo com a agenda oficial do evento internacional. O objetivo é reunir pessoas de toda a comunidade científica e acadêmica, e todos os interessados na ciência como um bem comum para a melhoria da qualidade de vida de todos, e como o melhor instrumento para a evolução do conhecimento humano. A organização do evento em São Paulo definiu alguns princípios fundamentais para defender no âmbito da Marcha pela Ciência, que incluem:

1. A ciência serve ao bem comum
2. Educação científica de ponta
3. Pela comunicação científica aberta, honesta e ao alcance do público
4. Por políticas e regulamentos de interesse público baseados em evidências
5. Pelo financiamento das pesquisas científicas e suas aplicações

A SBPC apoia integralmente a iniciativa de realização da Marcha pela Ciência e convida a todos seus associados a participarem do evento. Esperamos, ainda, que as sociedades científicas também convidem seus associados e amigos a participar do evento, que deverá dar início a um grande movimento planetário pela ciência como um bem comum de toda a humanidade.

Topo