14 06 SBCAT Letícia noticia  Me apaixonei pela catálise quando estava cursando o 4° ano de engenharia química no Instituto Militar de Engenharia (IME). Quem me apresentou a ela foi o meu eterno amigo e orientador Victor Teixeira da Silva. Ele foi meu professor de Processos Unitários. Adorei a matéria e fui fazer com ele a iniciação científica. Foi um encontro maravilhoso entre mim e a catálise. Naquele momento já sabia com que queria trabalhar pelo resto da vida. Nascia ali uma pesquisadora em catálise. O projeto final de curso seguiu na mesma área, mas, após a formatura, precisei de coragem para realizar esse sonho.
  Eu era militar da ativa e fui transferida para um quartel em Barueri (São Paulo) onde não trabalharia com catálise. Naquele momento refleti e tive a coragem de tomar a melhor decisão da minha vida: troquei a patente de primeiro tenente do Exército para ser bolsista de mestrado no NUCAT/COPPE/UFRJ. Posso dizer que um dos melhores momentos da minha vida foi o mestrado. Além de cursar o grau que queria, fiz grandes amigos. Durante o mestrado, tive a oportunidade de fazer uma parte do experimental no LACAT/INT (Instituto Nacional de Tecnologia). Lá passei 6 meses, que me marcaram para sempre. Tenho um eterno amor por esse Instituto, me senti realizada durante esse período.
  Durante o mestrado, abriu concurso para a Petrobras. Fiz a prova e fui aprovada. Durante quase um ano, dividi meu tempo entre o término do mestrado e o curso de formação de engenheiro de processamento da Petrobras. Não me deixei levar pelos comentários que escutei que não conseguiria defender o mestrado por causa do curso de formação. Realmente, o curso demanda muita dedicação, pois têm provas semanais. Porém, a minha determinação de ser mestre me deu força para conseguir cursar simultaneamente os cursos.
  Ao final do curso da Petrobras, havia uma vaga para trabalhar no CENPES, na área de pesquisa em síntese de zeólitas para catalisadores de FCC, vaga que consegui para mim. Digo que naquele momento “fui escolhida” pelas zeólitas para ingressar nessa área. Desde então, são 16 anos nessa área.
  Para a minha completa realização, ainda faltava o tão desejado doutorado. Mais uma etapa que não foi fácil e eu nunca pensei em desistir. Como trabalhava, precisava de uma liberação da empresa para cursá-lo em tempo parcial. Foram 4 anos de espera e incertezas até finalmente conseguir iniciar o doutorado. Claro que me dediquei completamente e finalizei antes do meu prazo acabar. Mais uma vez, fui para o NUCAT/COPPE/UFRJ. Todo o esforço valeu a pena.
  Trabalhar como pesquisadora da Petrobras traz um grande crescimento pessoal e profissional. Diferentemente do trabalho da maioria dos pesquisadores que atuam no Brasil em catálise, a pesquisa na Petrobras é 100% aplicada, voltada para o desenvolvimento de patentes e implantação industrial. Tenho patentes na minha área.
    Trabalhamos em parcerias com diversos Institutos, Universidades e empresas, através de termos de cooperação, o que enriquece o trabalho. A única fábrica de catalisadores da América Latina (FCC S.A. – Fábrica Carioca de Catalisadores) pertence a Petrobras e a Ketjen (empresa Norte-Americana fabricante de catalisadores heterogêneos). Pude aprender muito da minha área com a FCC S.A.. É uma oportunidade ímpar poder participar do desenvolvimento dos catalisadores de FCC em todas as escalas: laboratório, piloto e industrial.
  É bem gratificante poder desenvolver uma pesquisa em parceria com outras instituições, pois agrega conhecimento para todos os envolvidos. Dentro da Petrobras, também tenho a oportunidade de dividir o meu conhecimento na área de zeólitas com os colegas através de cursos que ministro.
  Posso dizer que me realizei profissionalmente nesse caminho que foi construído com suor, alegrias e algumas lágrimas também, porém sempre mantendo o foco. Ainda tenho muito a contribuir para a catálise e a esta sociedade.

19 06 Notícia UltimoDiaA Sociedade Brasileira de Catálise (SBCat) divulga os resultados da seleção para o auxílio de participação no XXIX Congresso Iberoamericano de Catálisis 2024. O programa oferece o pagamento das inscrições aos autores de trabalhos aprovados, seguindo critérios específicos para graduandos, mestrandos, doutorandos e pós-doutorandos.

Estudantes Contemplados:
• Josué da Cruz de Souza – UFRN - REGIONAL 1
• Matheus Silva de Assis – Unesp - Campus Bauru - REGIONAL 3
• Bruna Pes Nicola – UFRGS - REGIONAL 4

Pós-Docs Contemplados:
• Francisco Gustavo Hayala Silveira Pinto – UFRN - REGIONAL 1
• Vitor Duarte Lage - PEQ/COPPE/UFRJ - REGIONAL 2

05 06 SBCAT inscrições noticiaA Sociedade Brasileira de Catálise irá oferecer o pagamento de inscrições de autores de trabalhos aprovados para apresentação no XXIX Congresso Iberoamericano de Catálisis 2024.

Serão obedecidos os seguintes critérios Graduação, Mestrado e Doutorado:

1. Serão 2 selecionados por regional. O primeiro autor é o que concorre.
2. Válido para alunos de Graduação, Mestrado e Doutorado sócios da SBCAT com a anuidade 2023 e 2024 em dia (ou somente 2024, para novos sócios).
3. Será dada preferência para os trabalhos selecionados como oral.
4. Os interessados devem ser inscrever até 19/06/2024. INSCRIÇÕES ENCERRADAS!
5. O interessado deverá anexar os seguintes arquivos: o comprovante de matrícula na Instituição de Ensino, o trabalho e a carta de aceite.
6. A seleção será feita pelo Supervisor de cada regional, que poderá adotar critérios complementares.

Serão obedecidos os seguintes critérios para Pós-Doutorado:

1. Serão 1 selecionado por regional. O primeiro autor é o que concorre.
2. Válido para pós-doutorandos sócios da SBCAT com a anuidade 2023 e 2024 em dia (ou somente 2024, para novos sócios).
3. Será dada preferência para os trabalhos selecionados como oral.
4. Os interessados devem ser inscrever até 19/06/2024. INSCRIÇÕES ENCERRADAS!
5. O interessado deverá anexar os seguintes arquivos: carta de apoio do orientador, o trabalho e a carta de aceite.
6. A seleção será feita pelo Supervisor de cada regional, que poderá adotar critérios complementares.

A divulgação da lista dos contemplados será feita até 20/06/2024 aqui no site da SBCat.

19 06 Notícia UltimoDiaSociedade Brasileira de Catálise irá oferecer o pagamento de inscrições de autores de trabalhos aprovados para apresentação no XXIX Congresso Iberoamericano de Catálisis 2024.

Clique AQUI para mais informações!

As inscrições se encerram hoje às 23:59h

29 04 Notícia NotaDePesarPrezados colegas.
É com extremo pesar que comunico o falecimento do Prof. M. Albert Vannice. Prof. Vannice era professor emérito do departamento de Engenharia Química da Penn State University. Exemplo para seus alunos e colaboradores, Prof. Vannice demonstrou a complexidade e a beleza das superfícies catalíticas, baseando suas investigações em rigorosos estudos cinéticos, ressaltando a importância da avaliação qualitativa e quantitativa dos sítios ativos. Fez contribuições importantes em áreas como química do C1, catálise ambiental e hidrogenação catalítica, e teve especial importância no estudo das interações metal-suporte. Foi o chefe da comitiva de pesquisadores dos EUA que visitou o Brasil no início dos anos 90, e que culminou na colaboração de diversos pesquisadores brasileiros com pesquisadores norte-americanos. Como um dos seus ex-alunos, ressalto a qualidade e cuidado da orientação aos seus ex-alunos, compartilhando seu conhecimento e visão sobre a ciência.

Obituário AQUI.

Topo